publicado por Mundo Digital | Sábado, 28 Abril , 2012, 08:57

 

A afirmação polémica é de Eugene Kaspersky. O CEO da empresa de segurança informática diz ainda que a marca da maçã tem muito a aprender com a Microsoft para garantir a proteção dos utilizadores.

Na conferência Info Security 2012, em Londres, Eugene Kaspersky não foi nada brando com a Apple. O fundador da Kaspersky Lab considera que a Apple não está a fazer o suficiente para proteger os Mac e está mesmo uma década atrasada em relação à Microsoft neste ponto.

«Vão perceber em breve que estão a ter os mesmos problemas que a Microsoft teve há dez ou 12 anos», diz Kasperksy. Os ciclos de atualizações e as auditorias de segurança são dois pontos em que a Apple deve melhorar, segundo este responsável, citado pela Cnet.

As afirmações polémicas surgem depois do surgimento do Flashback, um malware que infetou mais de 600 mil Mac. Nesta situação, a Apple esteve debaixo de fogo por ter reagido mais lentamente que as empresas de segurança, que rapidamente criaram ferramentas para detetar e remover o código malicioso do Flashback. Estas empresas lançaram as suas soluções mais rapidamente que a própria Apple.

A Apple recusou comentar as declarações de Eugene Kaspersky.


arquivos
links
pesquisar neste blog